domingo, 31 de julho de 2011

Mi princesa - David Bisbal


:)

Esta música é única..

Tu


Sabes, às vezes dava tudo para que pudesses escutar o meu coração e ler nos meus olhos.
Talvez assim soubesses o tamanho que tem a saudade que te guardo..

"........."

sábado, 30 de julho de 2011

peace


Vou arejar antes que enlouqueça de vez....

Eiii, give me peace, please!!!!!

Celine dion - Because you love me...



"I'm everything i am because you love me..."
"My world is a better palce because of you..."

Esta música é simplesmente linda....

Dedico-a à pessoa maravilhosa com quem eu tenho partilhado este último mês..
Obrigada por cada momento, por cada ternura, por cada gesto de cúmplicidade.
Tens a paz e o mimo que eu tanto precisava, tens o colo de que tantas saudades tinha.
Tens uma voz doce, um olhar tranquilo.

Tens muito que amo e, a cada dia que passa, mais eu me sinto perto de ti!
Gosto muito de ti, menina bonita :)

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Humores...


Isto hoje é mesmo pra esquecer...
é oficial, estou com um mau-humor desgraçado.. E a pobre coitada da minha Andreia é que paga..
Desculpa mana... :(

Prometo que vou melhorar... ta bem?

I have a problem... :S


Opahh, a sério, eu estou com um problema grave.. Estou completamente viciada na escrita..
Vocês já viram a quantidade de posts que eu publico???
É que não me apetece fazer mesmo mais nada....

Eu sou textos, eu sou músicas...

Eu simplesmente não consigo ficar quieta com o meu blogue.....

É o blogue e a Pixie Lott... A voz dela está a dar comigo em doida!
Alguém tem alguma sugestão pra mim??

Ahahahahah.

Compreendi


Eu compreendi todas as palavras, eu compreendi bem, obrigada
Razoável e novo, é assim por aqui
Que as coisas mudaram, que as flores murcharam
Que o tempo de antes era o tempo de antes
Que se tudo muda constantemente, os amores também passam

É preciso que tu saibas

Eu irei procurar o teu coração se tu o levares a outro lugar
Mesmo se nas tuas danças, tuas horas outros dancem
Eu irei procurar a tua alma nos frios, nas chamas
Eu te lançarei pragas para que tu ainda me ames

Não precisavas de começar a atrair-me, a tocar
Não precisavas de dar tanto, eu não sei jogar
Dizem que hoje os outros fazem assim
Eu não sou os outros
Antes que se apegue, antes que se entregue
 
Eu encontrarei as linguagens para te tecer louvores
Eu farei as nossas bagagens para infinitas colheitas
As fórmulas mágicas dos Marabutos da África
Eu direi palavras sem remorços para que tu ainda me ames

Eu me inventarei rainha para que tu me abraces
Eu me farei nova para que o fogo continue
Eu me tornarei estes outros que te dão prazer
Os teus jogos serão os nossos, se tal é o teu desejo

Mais brilhante, mais bela para uma outra faísca
Eu transformar-me-ei em ouro para que tu ainda me ames

 *.*

Poker Face


Bem, antes de tudo, quero esta voz, eheheheh
Depois, quero informar que já aprendi a tocar esta versão..
(tendo em conta que faço batota e só toco o refrao).

sim, sou meio batoteira, mas ajuda que eu estou MUITO longe de ser um Às na viola :)

Ao acordar


Não sou perfeita ! Falo alto quando tenho de falar como tal, dou gargalhadas e às vezes sento-me de pernas abertas. Os meus ténis estão sujos, tenho preguiça de lavá-los, assim como não tenho paciência para arrumar as minhas meias. Durmo de qualquer maneira e como calha, não tiro a maquilhagem porque é raro usa-la e acordo parecendo um panda. Choro, faço escândalos quando os tenho de fazer, e por por nada, só porque me apetece , hun ? , zango-me, discuto e digo palavrões. Fico angustiada, e quando estou assim, ninguém me suporta. Sou um tanto exigente, reclamo demais da minha vida e ainda sou do contra. Não minto, comigo o problema é mesmo ser sincera demais, ingénua , mas talvez esteja em mudanças, agora! Posso ser bastante quente ou muito fria. Sou assim mesmo, da cabeça aos pés.

Um produto com defeito, que adora comer o resto do chocolate que ficou no fundo da embalagem e acha que comer melancia ou frango com as mãos é mil vezes melhor. Ciumenta, exagerada, dramática. Não sou perfeita, não, aliás, pessoas perfeitas são uma chatice

(fruto de um péssimo mau humor com que me levantei hoje!) :P


quinta-feira, 28 de julho de 2011

U are immortal........



 

Apaguei as luzes e fechei os estores.
Fiquei apenas eu, a escuridão, os pés descalços que percorreram todo o quarto.
Ficou apenas o cigarro aceso na minha mão e tu em cada lágrima que caiu no meu rosto...

Ficou a saudade que ainda se julga eterna.
Ficou o que falta viver.
Ficaste tu que estás por todo o lado e em tudo o que faço.
Ficou a vontade de rasgar mil folhas e de te dizer que não aguento mais.
Ficou a vida a preto e branco.
Ficou a raiva de não te poder ter. De não te poder olhar nos olhos e abraçar.
Ficou o ódio de te querer dizer que te amo e de te beijar de seguida.

Ficou tudo o que sinto e tudo o que sei que vou sentir para sempre.
Ficou a música que nunca parou de tocar, uma e outra vez.

Tenho-te comigo e acho, muito sinceramente, que nunca deixarei de te ter...

Como viver sem ti? Explicas-me? Eu não sei...
Não sei estar um só dia sem te querer perto de mim, sem imaginar que te posso tocar, sem querer a tua voz a toda a hora. Sem querer sentir o cheiro e o sabor do teu corpo...

Quero entrelaçar as nossas mãos....

E à medida que a música toca, este cigarro vai sendo substituído pelo próximo.
E as lágrimas teimam em não parar de cair.. O punho não pára de cerrar e os murros, pausados, no que me rodeiam, não terminam...

Tudo isto poderia não acontecer. Eu poderia poupar-me a esta dor, mas não consigo não o fazer...
Esta saudade doida consome-me o corpo, a mente... A alma.
Não sei, não sei mesmo, como não te ter comigo.
Porque se às vezes me dá vontade de partir para bem longe de tudo, noutras eu simplesmente não consigo perder um segundo de ti.
U are immortal... In me...

E ... TVB "..." 



Eu...

Sei que são diferentes mas tenho de me habituar a tais.
 

"Eu sou os livros que leio, os lugares que conheço, as pessoas que amo. Eu sou as orações que faço, as cartas que recebo, os sonhos que tenho. Eu sou as decepções por que passei, as pessoas que perdi, as dificuldades que superei. Eu sou as coisas que descobri, as lições que aprendi, os amigos que encontrei.
 
Eu sou os pedaços de mim que levaram, os pedaços de alguns que ficaram, as memórias que trago. Eu sou as cores que gosto, os perfumes que uso, as músicas que ouço. Eu sou os beijos que dei, sou aquilo que deixei e aquilo que escolhi.
 
Eu sou cada sorriso que abri, cada lágrima que caiu, cada vez que menti. Eu sou cada um dos meus erros, cada perdão que não soube dar, cada palavra que calei. Eu sou cada conquista alcançada, cada emoção controlada, cada laço que criei. Eu sou cada promessa cumprida, cada calúnia sofrida, a indiferença que se formou.
 
Eu sou o braço que poucas vezes torceu, a mão que muitas outras se estendeu, a boca que não se calou. Eu sou as lembranças que tenho, os objetivos que traço, as mudanças que sofrerei. Eu sou a infância que tive, sou a fé que carrego e o destino que reinventei.
 
Sou só eu.. Seja lá o que isso for."

Rehab

Simplicidades


"A minha principal resolução é parar de tentar entender. As pessoas, os acontecimentos tristes da vida, as oportunidades perdidas, os sentimentos. E os medos. Cansei de drama. Principalmente dos dramas alheios – aqueles que causam ácidos no estômago e no outro dia tá tudo bem, como se nada tivesse acontecido. Cansei de achar que o problema é comigo. Se não deu certo, se acabou pela metade, se alguém desapareceu do mapa quando eu achava que era especial, paciência. Fazer o quê, hum? Feliz da próxima pessoa que cruzar o meu caminho. Cansei de ser a-rapariga-mais-prestativa​-do-planeta. Os outros também podem ajudar. Cansei de esperar bondade e humildade dos seres humanos. Cansei de narizinhos empinados, de estrelismos e egos demasiado grandes. Parar de ir buscar respostas, explicações e entendimentos é a resolução top-of-the-tops. Porque prefiro ser light, viver um dia de cada vez – mas, principalmente, porque não tenho controle nenhum sobre as atitudes alheias. Em compasso de espera, não fico mais. Seja o que tiver de ser, mas logo. Ficar sentada esperando é para otários. Cansei de muita coisa mas não me canso de procurar o meu caminho. E nessa estrada quero achar pessoas doces, límpidas, verdadeiras e dispostas. Quero ver com luz, desapego e paz. Simplicidade, muita simplicidade!"

Ilusões


"Sem mais ilusões para o coração, com o ar cético que nunca me fez bem, foi depois de um surto de saudade momentâneo que concluí: o que vivi não passou de uma verdade inventada. Sem sentido, abstrata, ilusória. Logo eu, que glorifiquei tantas e tantas vezes mentiras sinceras, que até me interessavam… Sentir falta de uma mentira não é enganar-se; fica mais fácil de encarar-se de frente o vazio deixado e a ferida provocada, para então perguntar: aonde é que toda aquela chama foi parar? Sem nunca obter respostas, caída tão dentro do que nem ao mesmo existiu, e confundir o efetivo com ledo engano.Pergunto-me para onde foram todos aqueles sonhos, tão infantis, ou as minhas ideias, tão furadas e batidas. Desapareceram, morreram, pararam. Enquanto toda essa inocência inadaptável queria firmemente acreditar, construía motivos para crer, a lógica esvaia-se; a esperteza apanhava boleia e a cova dos sonhos via-se cada vez mais funda…"

Grades Ocultas


Estão em todo o lado...

Mas um dia vão deixar de rodear...

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Café da manhã


Hoje sentei-me precisamente desta forma na janelinha do meu quarto.
Com uma caneca de café e uma bolachita com doce na mão.. Terminada a bolacha, acendi um cigarro e pus-me a pensar...
Pouco passava das 6:30 da manhã, mas não me apetecia ficar deitada, também já o tinha ficado a noite inteira sem dormir.

Olhei a rua e vi a vida que a mesma me dava, mas pouco me interessou..

http://www.youtube.com/watch?v=3JWTaaS7LdU

Liguei entao o rádio e soou Whitney Houston - I Will Always Love You (obra do destino? será?)
Não.. O destino apenas existiu no passado, quando eu acreditava que

"The greatest thing you will ever learn is just love and be loved in return" ... "..."

Agora acho que já não acredito no destino. Acho, muito sinceramente, que já não acredito em quase nada.
Sinto que tenho mudado imenso.. Imenso de Abril para cá, e sinto que ainda mudo todos os dias.
Não sei no que me estou a tornar, mas também não tenho medo. Estou bem mais fria, mais dura, mais forte. E ainda assim as pessoas me acham "um doce"... Pena não me terem conhecido antes, quando o era muito mais. Muito mais do que sou agora.

Não me esqueci de nada, de nenhum simples momento... E as lágrimas ainda caem tantas vezes.. Ainda me custa tanto dormir uma só noite seguida. Quer queira quer não, falta-me algo........

Será que mais alguém já chorou ao beijar alguém. Chorou apenas por sentir os seus lábios, aquela pessoa, ou fui só eu? Será que só eu chorei ao beijar alguém?....

O café está frio, não o terminei..
Um bom dia para todas as minhas meninas, as que me têm vindo a seguir aqui!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Music


Para mim... Esta eu não dedico...

Just me..





A afeição e a simplicidade mudas falam mais que as palavras.

"Os meus olhos são o teu mistério a desvendar!", tento eu dizer a quem apenas permito que se aproxime o suficiente... O suficiente para ver a diferença existente entre os dois.

Uma linha invisível conecta os que estão destinados a se encontrar, apesar do tempo, do lugar, apesar das circunstâncias.

"Dentro dela algo permanece imóvel.", digo eu tantas vezes quando olho o espelho...

Cada momento é único e tem de ser vivido intensamente.
Se for para matar saudades que seja agora, se for para gritar que seja para todo o mundo ouvir, se for para dividir que seja com todo o mundo.

"Volta a ser criança.", o meu desejo mais profundo...

Se for para me preparar que seja para vencer, se for para fazer rir que tudo o mundo ache piada. Se é para aproximar que seja bem juntinho e que a qualquer distância fiques bem perto!

"Porque o meu sorriso esconde muita coisa.", aprende a decifrá-lo...

Mágoas devoram vidas, roubam sorrisos e apagam momentos, inibem o crescimento e destroem o prazer!
Pena que... conscientes de tudo isto...
Não possamos, pura e simplesmente, deixar de as viver.
Podemos, no entanto, fazer-lhes frente, fintá-las, proteger as nossas emoções...Se não conseguimos evitá-las... podemos evitar que nos destruam.

"És dos contos de fadas", dizem alguns... Julgam-me um sonho e não entendem que sou o real.

Já perdoei demasiado na vida. Já evitei fazer sofrer porque não me importar de sofrer eu um pouco mais. Mas não perdoarei nunca mais

Carta de condução


Segundo a instrutora que me concedeu o exame que me permitiu tirar hoje a carta (finalmente), sou um excelente exemplo de "uma condução cordial"

Agora só falta o Pólo que eu tanto ando a namorar :)

ESTAR PERTO NÃO É FÍSICO !


Sou um texto curto.
Sem meias palavras.

Nem eu me defino.

Talvez seja apenas um nada.
Complicada e insuportável.

Capaz de causar dúvidas e mistério. Sim, sou o nada. Indecifrável. Afinal quem causa mais perguntas que um nada?

Para uma falta de futuro baseada no que não restou do passado!
 
Quis tanto ser a tua paz, quis tanto que fosses o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. Sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreendes? Não queria pedir mais do que tinhas, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era teu.

Amo sentir a espuma das ondas nos pés, amo sentir o vento no rosto, amo sentir a maresia de manhã bem cedo. Acalma-me o azul do céu, acalma-me o verde da serra, acalma-me o sorriso da alma gémea.

Sonho com a prata do rio, sonho com o ouro do sol, sonho com olhos castanhos (os meus). Vivo uma melodia, vivo o som dos pássaros, da água, dos risos. Não vivo sem paixão, honestidade, sinceridade, transparência, carinho, compreensão. Aprecio a capacidade de se colocar no lugar do outro.

Admiro a capacidade de pedir perdão. Não entendo a incapacidade de sonhar. Não suporto mediocridade.

Odeio o facto de que, algumas vezes na vida, deixamos de fazer (e falar) coisas simples que queremos muito. Por puro medo!

A folga..

Hoje quando fizeste a tua "folga", fiquei a escutar-te.

Hoje fui eu que tomei conta de ti e não tu de mim.
Hoje fui eu que afastei os sonhos maus, e te dei apenas um dormir suave, tranquilo e descansado.
Hoje fiquei contigo...

"Adoro essa música", dizes-me tu,
"xiu..dorme que te estou a embalar", respondo eu.

Assim ficas tu, apenas deixando que eu ouça a tua respiração, os teus suspiros.

Com que sonhas tu?
Que mundos são esses por onde viajas agora?

Será que te vias lembrar de cada música que tocou enquanto dormias?
Será que te vais lembrar que permaneci, deitada a teu lado, a cuidar-te apenas?

Será que te vais lembrar?

Vens?



Tens todo o tempo do mundo.
Quero-te aqui, no meio das minhas coisas, dos meus livros, discos, filmes, das minhas ideias, manias, suspiros, recortes. A respirar o mesmo ar e todas as coisas que alimentam aquela nossa, tua, minha inesgotável saudade.
Entra, não perguntes se podes ficar. Vem e fica. Vai e volta.

A minha alma


A minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita. Tem o peso de uma lembrança. Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros.

segunda-feira, 25 de julho de 2011



Meninas.. Hoje o dia parece não terminar nunca..
A Isabel está doente.. Gastroentrite de novo.. A segunda no espaço de um mês.
Mas hoje foi muito diferente.. Fartou-se de vomitar, algo que nunca tinha feito.. Pagaram as não sei quantas mudas de roupa que tive de vestir...

Até me mete aflição... Fomos ao hospital, mas estou a ver que vou de novo...

Sabem rezar? Rezem por ela...

Boa noite a todas...

Maria...

(Só espero que tudo isto passe depressa, porque, muito sinceramente, estou completamente esgotada e não tenho forças para muito mais...É correrias de um lado para o outro)

Escolhas...


Preciso de um super-herói novo...

Agora, o difícil é escolher qual :D

Puff...


Encuca, Gi...

Encuca que às vezes também faz bem.. Ajuda a pôr as ideias na ordem e a não errar duas vezes...

Mas não mostres nunca demasiado de ti.. Há erros que são imperdoáveis e expores-te demasiado é um deles.

 (Maria)

domingo, 24 de julho de 2011

O quanto eu gosto de ti! :)


Tenho ouvido tanto "..."

First boyfriend :)


MENINAAASSSS

Tenho algo para vos contar!!

A Isabel tem o seu primeiro namorado..
Aos dois anos de idade já vai falando algum inglês que lhe tenho ensinado, dá porrada aos putos todos da creche e tem um namorado..

Isto já não se fazem crianças como antigamente ahahahah.

Esta minha irmã.. Dá cabo de mim! :D

sábado, 23 de julho de 2011


Esta é para ti Diguinha... :)

Linda linda linda !!!


Spoiled...


Mas será que hoje não há música que toque até ao fim?



Será que som algum hoje me acompanha?

I've never seen the word love so personified
No matter how I try to change my mind
What's the point
It's just a waste of time

And I would only be fooling myself
If I tried to believe there's room
For someone else in my heart
There ain't no way I'm getting over you
I don't know what I've been trying to prove
I'm hopeless, helpless
When it comes to you

23 de Julho de 2011...


Amy Winehouse,

Encontrada hoje, morta, no seu apartamento do Norte de Londres, e capa de imensos jornais e revistas de todo o mundo, é agora uma nova estrelinha nos nossos céus.

O que eu sinto? O que sempre digo:

"Não julgues nunca para que nunca sejas julgado!"

Descansa em paz Amy ***

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Tu..


Tu fazes-me tão bem ... Estou a gostar tanto de ti.. :)

Tanto quanto o que já não achava ser possível...

Calor...



Com este calor todo agora deu-me uma vontade tãoooooo GRANDE de comer um geladito destes....

nhami nhami!

Vou comprar gelado! :D

=D



Meninas.. sério sério.. esta é a minha escolha para hoje :D

E quando penso em ti... You make me wanna say I do, I do, I do, do do do do do do doo
Yeah, I do, I do, I do, do do do do do do doo


E quando olho para ti... You make me wanna say I do, I do, I do, I do, I do, I do

E quando falas para mim... So can we say
I do, I do, I do, do do do do do do doo
Oh baby, I do, I do, I do, do do do do do do doo


E quando te sinto mesmo aqui.... I do, I do, I do, do do do do do do doo
Oh baby, I do, I do, I do, do do do do do do doo


(montes de gargalhadas...) é ou não é a escolha perfeita :)

Bom dia! *.*


Hoje acordei bem cedo.. Pedi o carro e fui arejar.
Fui até a à praia de Caxias e, ao pé do Bar dos Golfinhos, no Castelo que guardo com tão boas recordações, vi o sol nascer...

Foram tantas vezes que outrora lá passei que o caminho, por incrível que pareça, não me foi estranho...

Precisava de sentir a energia dos primeiros raios de luz. De sentir algo, fosse o que fosse...

"...."

Bem.. Vou trabalhar, mais um dia me espera..
Até logo. Desculpem o mau feitio de ontem ...

Um bom dia para todas vós, minhas meninas!

Beijinho grande,

Maria *.*

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Leave me alone...


Quero que me deixem em paz esta noite...
Hoje não estou para ninguém...

Boa noite para vós..
Beijinho grande

Maria.

Diguinha...




Às vezes sinto-me a pessoa mais estúpida deste mundo quando penso em ti...
Quando o que faço pára por completo e tu vens ao meu pensamento..
Quando sinto que gostava de te ter mais perto, quando há momentos em que a tua amizade me faz uma falta doida, quando um abraço teu ou o som da tua voz é tudo o que mais desejo.

Lembraste de me prometeres que nunca seríamos como os outros? Que a amizade iria perdurar para sempre?

E dizer-te que é o momento certo para apareceres? Que preciso da tua amizade?
Que me fazes uma falta danada?

Vens-me ler volta e meia não vens? Então saberás logo que este texto é para ti!

Fazes-me falta... Aparece.. Beijinho grande!

Pretending

 

terça-feira, 19 de julho de 2011


Tenho tantas saudades tuas...........

Last chance


Quando eu penso que já não tens forma de me magoar... Inventas uma nova... Realmente, nunca na vida deverias ter sido pai. Nem meu nem de criança nenhuma...

Não te dou mais oportunidade nenhuma, isso garanto-te eu.. A que te dei à bocado foi a última!

............

:(



Ninguém imagina sequer o que significa para mim voltar à minha realidade..........................

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Apaixonada... :)



Se disseres que sim, a minha vida será tua! 

Se disseres que não... 

Garanto-te que, ainda assim, eu serei sempre tua e o meu coração, para sempre, ficará contigo! 

:) 

Tu



Porque nunca ninguém será como tu... Como eu... Como nós! :)

Amo-te!

O dia de hoje... (Amor perfeito)



Sentei-me no chão.. Acendi um cigarro e deixei que as lágrimas tomassem conta de mim..
A tua voz não sai da minha cabeça. Por mais que eu tente, não consigo apagar nada de ti em mim.
Este cigarro, ou nenhum dos tantos outros que já fumei e ainda irei fumar, não me sabe a nada.. O sal das lágrimas não desaparece. É um sabor que não se confunde.

Sinto que falta algo e tudo me diz que faltas tu. Faltas tu...

Não me perguntes como, mas acho que sei o teu sabor de cor...

Acho que é o sabor certo aquele em que penso agora, e acho que é o sabor que encontrarei quando os nossos lábios se tocarem...

És tão importante para mim... Nunca te esqueças disso. Nunca te esqueças do quanto eu te amo.

Nunca te esqueças de tudo e de nós. O nós com que tanto estou a sorrir agora...

Amo-te "pequenina" ... :)

"...."


Só hoje senti
Que o rumo a seguir
Levava pra longe
Senti que este chão
Já não tinha espaço
P'ra tudo o que foge
Não sei o motivo pra ir
Só sei que não posso ficar
Não sei o que vem a seguir
Mas quero procurar

E hoje deixei
De tentar erguer
Os planos de sempre
Aqueles que são
Pra outro amanhã
Que há-de ser diferente
Não quero levar o que dei
Talvez nem sequer o que é meu
É que hoje parece bastar
Um pouco de céu
Um pouco de céu

Só hoje esperei
Já sem desespero
Que a noite caísse
Nenhuma palavra
Foi hoje diferente
Do que já se disse
E há qualquer coisa a nascer
Bem dentro no fundo de mim
E há uma força a vencer
Qualquer outro fim

Não quero levar o que dei
Talvez nem sequer o que é meu
É que hoje parece bastar
Um pouco de céu
Um pouco de céu 

Parabéns!



Parabéns a mim pelos meus 22 aninhos :) 


domingo, 17 de julho de 2011

Não hesitava um segundo....


Para o grande amor da minha vida.... Tu......

Até depois...



Bem...

Antes de mais, devo dizer que dirijo este texto a todos aqueles que me têm vindo a seguir..

Não escreverei muito mais neste blogue, não nos próximos tempos. O tempo é de reflexo, é de inclusão. O tempo é de longitude, e eu preciso dessa longitude para colocar toda a minha cabeça em ordem.

Agradeço desde já a todos aqueles que têm vindo a fazer parte de mim, da minha vida.
O blogue não deixará de existir, eu virei aqui volta e meia, mas não muito...

Há uma mágoa, uma dor, uma traição..
E eu só pedi que não me magoassem mais... Não pedi mais nada....

Beijinho grande a todos vós!

Candy, mana, obrigada... Obrigada por tudo!

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Maria...


-"Maria!

Maria vem, já não são horas de brincares no baloiço. Está a ficar escuro.. Ainda te magoas..."

Mas no baloiço não está ninguém. Maria não está aqui e nunca chegou a ir experimentar o baloiçar, o vento a bater-lhe nos caracóis que imagino que teria e nunca se riu, como eu às vezes penso que seria o seu sorriso. 
Maria não nasceu. Maria não é gente. Maria só existe para mim. 

Não sei se seria hoje que realmente nascerias. Não sei se eu desempenharia bem o meu papel de mãe. Não sei nada.. Porque nunca te tive nos meus braços. Nunca ouvi o teu primeiro choro e nunca juntei as nossas mãos. 

Ainda assim, saio lá para fora, sento-me no baloiço e imagino que é a ti que eu empurro.. "Com mais força, mãe.. quero que seja com mais força"... "Com mais força podes magoar-te.."...

Mãe.... Nunca mo chamarás
Filha.... Desculpa se te perdi. Se não servi nem para te ter. 
Desculpa-me se tudo foi muito injusto e eu não te quis.. Se fiz tudo para te perder.. Mas, quem serias tu agora?
Como serias tu, minha pequena Maria...

Terias os meus olhos? Terias o meu sorriso? Terias os meus caracóis?
Que terias tu de mim? E porque te perdi eu se hoje poderias ser tudo o que eu realmente poderia ter...?

Filhota... Amor da vida da tua mamã...
Recebe este meu beijinho, onde quer que estejas... E, por favor, nunca te esqueças que eu te adoro e que nunca, por um único segundo que seja, te tenho no meu pensamento e no meu coração.

Parabéns Maria! Felizes sejam estes teus seis aninhos!

Amo-te muito, filha! 

".............."