domingo, 21 de agosto de 2011

Ausência!



Bem, como já devem ter reparado, eu estou bem distante nos últimos tempos.
Forçada mas com vontade de voltar!

O trabalho está bom, tem dado para chegar completamente estoirada a casa e deitar-me de seguida!
Tenho montes de ideias para textos novos e irei pô-los aqui todos!
Não estou no mesmo sitio, mas estou a mesma pessoa.
E não mudarei nunca, muito menos deixarei que me mudem a mim.

E tenho de agradecer a uma pessoa que me tem dado muito apoio. Uma pessoa que, possuidora de uma paciência daquelas, tem estado sempre do meu lado com palavras de apoio, com uma enorme preocupação para comigo. Alguém que me tem dado forças para ultrapassar todas as fases menos boas e lutar pelas que virão.

Eu sou como a lua.. A minha vida tem várias faces. Eu já passei por algumas coisas bem complicadas. Não vai ser esta que me vai deitar abaixo!

Esperem, só um pouquinho, porque eu vou voltar assim que possivel e surpreender-vos!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Meu novo Eu


Hoje começou algo muito especial na vida vida.
Uma nova fase...
Estou, aos poucos, a recomeçar. Levantar a cabeça e lutar por mim.
Mas, pensei em ti o dia todo. Senti uma saudade doida e tudo o que queria era que ali estivesses... Cinco minutos apenas...
Porque hoje o dia era tão importante, e eu saí-me tão bem.. Queria que me visses. E agora só queria que me perguntasses como correu....

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

.............


Upa upa Maria..

Então, que é isso... coração triste e lágrimas nos olhos?
Nada disso, levanta-me esse cú dessa cadeira, vai comer alguma coisa de jeito.
Fuma lá o teu cigarrito e deita-te agarradita ao Diguinho que amanhã é um novo dia.

Sorriso nesse rosto.

..........



A Maria vai deitar-se porque não anda a dormir nada e amanhã trabalha cedinho!

Hoje a Maria não quer conversar com ninguém, não quer ouvir nada de ninguém.
Hoje a Maria não está cá e não sabe sequer para onde foi.
Hoje a Maria quer estar sozinha e pensar apenas nela.
Hoje a Maria não sabe o que deve fazer à sua vida e precisa de uma boa noite de sono para compor as coisas.
Hoje a Maria vai decidir o que vai fazer com a vida dela e vai começar do zero.
Hoje a Maria não vai sonhar com nada, não vai querer pensar no amanhã...
Hoje a Maria vai apenas dormir e cumprir a promessa que fez ao Luis na noite em que foram à Barragem da Mula... Ser feliz e a judá-lo no mesmo... Nada mais importa.... Mesmo que doa..

Sou forte... Já passei por coisas bem piores e estou de pé. Não vai ser isto que me vai derrubar!

sábado, 13 de agosto de 2011

11Agosto2011 - Barragem da Mula


E lá estavamos nós, só nós os dois.
Abraçados um ao outro, a ver a lua cheia e a relembrar toda a nossa história de vida.
Percorremos por mil e um caminhos, vivemos mil e um personagens. Criamos mil e um enredos.
Mas, até hoje, fomos sempre verdadeiros um com o outro. Há uma química que nos une, um amor que cresceu ao mesmo tempo que nós. Uma amizade única e impossível aos olhos de tantos.

-"É a partir daqui... Vamos começar do zero. Não vamos olhar nunca mais para quem ficou para trás e sim tentar que no futuro nada volte a ser como já foi.
Não deixaremos que nada nem ninguém nos volte a magoar. Vamos ser mais fortes que nunca e erguermo-nos. Levantar a cabeça e mudar toda a nossa vida"

-"E se não conseguirmos, se não formos fortes. Se tudo for mais forte que nós e nos fizer desistir?"

-"Não deixaremos. Por isso é que estamos aqui os dois. Por isso é que estás deitada no meu colo com a cabeça no meu peito e por isso é que é esta música que toca e nenhuma outra. Porque estará sempre o outro para estender a mão e ajudar a levantar."

-"Tenho tantas saudades do que eu já fui. Do que perdi de mim mesma..."

-"Voltarás a sê-lo, quando menos esperares. Voltarás com a tua essência e ainda mais força do que aquela que sempre tiveste."

A lua estava linda. A música ambiente... E as lágrimas cairam-me como já não caiam à muito, apesar de cairem muito frequentemente por estes dias.
Ele só me abraçou e disse que ia ficar tudo bem.

"Big girls don't cry" foi a música que se seguiu..
Só não vos sei explicar porque estas musicas surgiram, mas foram certeiras..

Obrigada melhor amigo :)

Fases da Lua


Ora já têm vocês reparado quão bonita tem estado a lua estas noites?

Pois bem, decidi que é altura de mudar. Cansei-me de ser badameca e decidi que, a partir de hoje, tudo vai começar do zero!
Pus mãos à obra de mudei o meu quarto todo!
Deitei fora tudo o que estava a mais e guardei só o essencial.. Ou não precise eu de muito pouco para ser feliz!

"De hoje em diante eu vou modificar o meu modo de vida.
Naquele instante em que você partiu, destruiu nosso amor...

Agora não vou mais chorar, cansei de esperar, de esperar enfim...
E pra começar EU SÓ VOU GOSTAR DE QUEM GOSTA DE MIM!!

Por isso é que eu vou mudar, não quero ficar chorando até ao fim...
E pra não chorar eu só vou gostar de quem gosta de mim!"

Maria *.*

sexta-feira, 12 de agosto de 2011


E aqeles beijos..
Cada um melhor que o outro
Nenhum igual e sempre únicos
 
Até dá vontade de suspirar
 
E depois ficamos com os olhos fechados durante não sei quantos minutos depois do beijo
Tudo parece que treme
 
saborear
 
Não apetece abrir os olhos com medo que tudo possa ser um sonho
Ou as vezes.. nem nos lembramos de os abrir
 
Ficamos com cara de parvas
Aquele sorrizinho
 
Aquela vontade de que seja sempre assim
 
eterno..
 
"para sempre, mesmo que o sempre não exista"
 
Sabe tão bem esses momentos
Parece que mais nada existe lá fora
 
E não existe mesmo sabes
Porque nada do que existe "lá fora" é tão real como o que está a acontecer "ali".
 
Gi e Dani, retirado de uma conversa sobre os beijos dos nossos amores :)

"..."


"..."

Lavada em lágrimas...


Perdi...

Tudo o que fiz ... tudo o que tentei fazer ... Perdi.
Mas eu não vou desistir de ti.
Vou por pôr de pé tudo o que ainda está caído na minha vida e vou vou voltar a tentar lutar por ti!

Um dia, daqui a pouco tempo, prometo, seremos só uma da outra!
Amo-te Isabel.

Maria *.*

Amores...


E tu, o que fizeste com o grande amor da tua vida?

Já passou por ti?
Já o tiveste para ti?
 Já o prendeste a ti até ao fim das vossas vidas?
Ou já o perdeste?

"..."

O que eu sou


Lutei muito para chegar até aqui, lutei muito pelo que tenho e também perdi muito por ser quem sou.
A familia não aceita e os amigos afastam-se. São poucos os que ficam connosco e percebemos que raros são os que nos amam de verdade.
Ainda assim, e por vezes, com grandes momentos de uma enorme tristeza, pomos um sorriso no rosto e seguimos em frente.
Para quem se assume publicamente, como eu, há duas hipoteses: Ou sabemos lidar com as opiniões, ou afundamo-nos nelas.

Confesso que existem algumas que me são um pouco dificeis de ultrapassar.
Também já ouvi de tudo e sou do género de pessoa que diz "a minha namorada" como qualquer outro ser dito "normal" se refere à pessoa com que tem uma relação.

Gosto do que sou e tenho orgulho em mim mesma.
Porque sempre soube o que era e sempre me aceitei. Nunca me rejeitei.
Vivo uma vida um pouco diferente, mas pura e sincera.

Sou Lésbica. Sou eu. Sou tudo o que sempre quis ser, e não tenho medo do preconceito.
Este existe apenas para prejudicar, magoar, colocar-nos à margem da sociedade.
Mas eu sou sociedade! E sou tão sociedade como tu..e tu..e tu!

Acho que o mais importante é estarmos em paz e sabermos que ouvimos e respeitamos o nosso coração. É não forçar nem obrigar, nem expôr o nosso "eu" aos outros.

Isto não é uma escolha, não é uma opção. Porque vocês não escolheram nem optaram por ser Heterossexuais, assim como eu não optei nem escolhi ser Homossexual.

Nascemos assim e há que saber respeitar e fazer os minimos, não por aceitar, mas sim por não prejudaicar, todos aquele que não têm o mesmo caminho que nós.

Só há um sentido na vida. Sermos verdadeiros!
Eu sou verdadeira e sou muito feliz como sou!

Maria *.*

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Futuro!



(A nossa música mana)

Confesso que estou uma pilha de nervos...
Amanhã é a decisão final e definitiva da guarda da Isabel..

Acho que estudei tudo direitinho.. Fartei-me de rever o processo estes dias, mas, ainda assim, acho que algo me está a escapar...

Já mandei limpar o fato, a camisa de pôr por dentro também já está de parte e os sapatos escolhidos... Estudo tudo ao mais infimo pormenor, nada pode falhar.
São horas e horas empenhada como na altura dos exames...

Lutei tanto nos últimos meses por conseguir a guarda dela... Mudei a minha vida de pernas para o ar e, agora, no derradeiro momento, só me apetece sentar-me no chão, pousar a cabeça nos meus braços e esperar.

Esta noite vou fazer questão de dormir bem abraçadinha à minha reguilita. Pois se tudo o que eu fiz ate agora der certo, amanhã, para além de irmã, também serei mãe...

Espero que ela um dia consiga perceber tudo o que eu estou a fazer por ela...
Hoje estou tão... tão... que nem escrever eu consigo...

Maria..

Pedaçinhos de mim... :)


Bem...

Não, não sou numa cantora de verdade. Muito menos uma excelente tocadora de violas.
Mas à 4 meses que me dedico de corpo e alma a aprender a tocar viola.

Ajuda-me a sarar as feridas e a encontrar o silêncio no meu coração..
E neste espaço tão grande, e tão vazio, são tantas e tantas as vezes em que, só eu e as minhas violas nos conhecemos....

Deixo-vos esta canção. É das que eu mais gosto e das que mais me dá prazer em tocar e cantar...

Espero que gostem.
Maria *.*

:)


"Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo…" (Fernando Pessoa)

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Apenas um poema...


Perdida estou na escuridão,
com a esperança de um sinal.
Em vez disso existe apenas silêncio…
Não consegues ouvir os meus gritos?
A esperança nunca morreu e
necessito saber onde estás,
mas uma coisa é certa:
estarás sempre no meu coração.
Eu encontrar-te-ei algures,
eu continuarei a tentar.
Até ao dia da minha morte,
eu apenas preciso de saber,
tudo o que se passou
a verdade libertará a minha alma.
Perdida na escuridão,
tentando encontrar o teu caminho.
Eu quero abraçar-te
e nunca mais deixar-te ir.
Quase espero que estejas no céu,
para que ninguém possa magoar a tua alma.
Vivendo em agonia, porque eu apenas não sei
onde estás!
Onde quer que estejas,
eu não pararei de te procurar o que quer que seja que me leve a saber de ti!


"..."

Apaixonadas pela lua.. :)


Bastou um instante, um único instante e o tempo parou.
Bastou um olhar, um simples olhar para que todo o mundo à nossa volta se desvanecesse.
Bastou uma simples palavra para que todos os outros em nós se calassem.
Permanecemos apenas com a conversa do nosso próprio coração.
Desprendeu-se em nós um sentimento que julgámos nunca vir a sentir.
Debruçamo-nos novamente sobre a janela olhando a lua, aquela que nos inspirava mas que, ao mesmo tempo, nos impedia muitas vezes de segurar as lágrimas.
Adormecemos pela primeira vez sabendo que não havia nada a temer, que a nossas inquietações deixariam de ter sentido.
Eis que sorrimos quando nos apercebemos que realmente existia um anjo que vinha todas as noites para nos proteger.
À descoberta daquilo que não sabíamos bem como explicar, deixámo-nos levar como a brisa que se rende ao sabor do vento.
À medida que tentávamos expor tudo aquilo numa folha de papel, já nem precisávamos de pensar, de ponderar ou reflectir sobre a melhor forma como descrever o que sentíamos.
Já tínhamos a certeza daquilo que queríamos dizer, já tínhamos aquelas respostas que sempre procurávamos, bem dentro do nosso coração.
Haviam até alturas em que tentávamos agarrar as ideias com medo que nos fugissem, para que não nos esquecêssemos de nada.
Não nos queríamos esquecer de nada em particular.
Queríamos dizer tudo aquilo que nunca tínhamos dito a ninguém.

Não queríamos desperdiçar uma única oportunidade para dizer: “Eu amo-te”.
Sabe mesmo bem dizê-lo…

Hoje mesmo, aqui sentada, contemplo uma foto, um olhar, um sorriso indescritível que me fascina…
Ainda não acredito que o possuo… Ainda nem acredito que te tenho comigo!
É irreal, é bom demais para que não seja um sonho…mais um sonho…
Mas se for não quero acordar.
Por favor, não me deixem acordar nunca!
Quisemos ter-nos…
Sabíamos que nos queríamos encontrar. Apenas não sabíamos bem como…
Fechámos os nossos olhos, soltámos uma lágrima e demos oportunidade para que alguém surgisse e nos ensinasse a sorrir a partir do zero.
Alguém que…
Alguém como tu… que surgiste e me ensinaste a ser feliz!

Amo-te tanto, tanto…
“…”

Frase do dia...


..tas longe de mim pah!:)

Tou perto... :)

Adoro. .essa ideia de perto. . .

I don't need a man...


Realmente, com mulheres destas, quem precisa de um homem???
Por isso é que eu sou 100% Lésbica!

Ps. Eu já mencionei que a minha dentista é igualzinha à Nicole Scherzinger? tem é um certo "pormenor" um pouco mais... "avantajado" hihihih
(lol)

Maria *.*

Pedidos especiais...


Gostaria de pedir a todos aqueles que visitam o meu blogue que assinem os seus comentários.
É que eu tenho imenso prazer em ler-vos, mas era taaaoooo bom se eu soubesse que são todos vocês.

Voltem sempre e não sejam tímidos, ta?

Beijinho grande para todos vós!
Maria *.*

The way you make me feel ...


Mas há algo melhor que o GRANDE Michael Jackson??

:)

Meu amor,



Amo-te tanto que nem sei se é possivel.
Estás no meu ser, pensamento e destino.
Sem ti do meu lado já nem sei mais quem sou,
O que me torna feliz é ter o teu amor.
Este amor que liberta e contagia,
Que me transmite alegria e dá sentido ao meu viver.
Amor, não te quero mais longe de mim, quero-te aqui, bem perto,
Quero-te dentro de mim!
Quero-te como a lua quer ao sol, como dois amantes que se amam,
Quero-te com a graça do viver e a magia do pecado.
Desejo-te amor com toda força do meu ser,
Espero ter-te aqui pra que possas compreender a força deste amor que me domina e avassá-la.
Esta força que faz o meu peito arder de desejo e minha boca sonhar com o teu beijo a beija-la.

Fantasias deliciosas


Alcançar os teus lábios começou por ser uma fantasia.
Ao fechar os meus olhos, reparo neles várias vezes, toco-os inclusive.
A tua boca é fruto do meu desejo, é o doce que me alicia.
Não vivo sem te ter bem pertinho de mim.
Quero ter os teus lábios para poder beijar sempre que me apeteça.
O meu corpo estremece e enlouquece quando me puxas para ti…
Surge a vontade de te sentir cada vez mais, de deixar que o amor aconteça.
Provocas-me num olhar meigo e ao mesmo tempo tão sedutor…
Surge entre nós uma crescente paixão, despem-se as roupas sem pudor.
Entregues ao desejo dos nossos corpos despidos,
Ficamos presas num abraço, nos nossos lábios fundidos...
Procuro e desenho os traços do teu corpo de mulher.
Percorro suavemente o teu rosto, o teu pescoço e saboreio a tua pele.
À medida que cerras os olhos e deixas de controlar a tua respiração,
Caminho pelo teu corpo, deslizando a minha mão.
Acaricio-te com os meus lábios, saboreio-te com a minha língua.
A tua expressão incontrolada suplica por alcançar aquele prazer.
O teu corpo baloiça agora com o meu.
Num encaixe perfeito, sentimos o mais íntimo do nosso ser.
Numa excitação que cresce e não pára…
Num gemido de prazer…
Num calor que ascende, num tremer de tal forma que por vezes nos trava.
No cansaço dos nossos corpos amados,
Ficamos simplesmente deitadas, lado a lado.
Soltamos palavras de amor, mimamo-nos constantemente…
Assim adormecemos, com o sentimento de querer ficar assim para sempre!

Xiiiuuu...

Eu disse demais, mas ainda não disse o bastante !


Posso contar-te um segredo?

Acho que me estou a apaixonar.. E, não é dificil fazê-lo.
Sou de "gostares" fáceis e de "amares" muito difíceis. Mas, não te sei explicar.. Há algo em ti que simplesmente me fascina...

Algo especial...


Hoje quero partilhar com vocês algo que é muito especial pra mim.
Momentos que, costumando ser só meus, só meus e dela, só nossos, passam agora a ser também de todos vocês.Já é sabido pelos que me têm vindo a seguir no blogue que eu sou uma irmã babada. 

Ora estava eu muito bem ontem na caminha, havia de ser meia noite e pouco, quando a Isabel veio ter comigo e viu que eu tinha uma caneca de leite de chocolate. Lá tive eu de dividir o meu leitinho com chocolate.
Deitou-se comigo e estivemos cerca de uma hora a discutir qual de nós era o "Cagalhão de Baleia".
"És tu", dizia eu..
"Na na..és tu", dizia ela..
Depois, ao chamar-me mãe e eu filha, discutimos porque éramos ambas mãe e filha.
"Eu sou tua mãe, e tu és minha filha", dizia eu
"E eu?", respondeu...
"Tu és milha filha e também és filha da tua mãe..."
"Ahhhh", percebeu ela, "E sou mãe das minhas bonecas"..

Não contive um sorriso enorme.. Adormeceu e deitei-a na caminha dela..

Hoje já me fez todas as delícias.
Já nos fartámos de rir uma com a outra em frente ao espelho a imitar caretas. Já andámos a jogar ao "Pisa-pé" e às "Tropas". Já brincámos de "Rei-manda" e de "Rainhas da pop".

Já tive de fazer de "Mimo" e já tive de andar a dançar com ela. Já pintámos no seu livrinho de colorir novo. Já fiz o avião em nome de não sei quantas pessoas para que ela comesse tudinho. e já andei com ela às cavalitas, a fazer de bebeda.

E são muitas as vezes em que me tenho de sentar num penico, ao lado dela, so para ela se sentir minimamente "encorajada" a largar as fraldas :)

Acho piada... Os caracóis são iguaizinhos... Desalinhados e rebeldes. O Som das gargalhadas são super idênticos e ela também tem um olho mais claro como eu.. O esquerdo também.. :)

Amo-te, Bebecas :)



Vícios


Epáh, eu juro que foram só umas 3 ou 4 colherzitas, de sobremesa, de leite com café, mas, 20minutos depois, a Isabel está LOUCAAAA!!!
Ela pula a sala inteira, corre de um lado para o outro, anda aos circulos, cnata o Chucha Chucha do Gummy e o genérico do Ruca.. Aprendi a minha lição.. Café para a Bebecas.. NUNCA MAIS! :D

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Simple Words


Guardam-se segredos muitas vezes difíceis de se revelar.
Ocultam-se palavras apenas porque as mesmas se prendem nos nossos pensamentos.
Crescemos no espaço de tempo que nos é permitido e, mesmo que nem sempre seja fácil, tentamos superar as dificuldades.
Devoram-se palavras apenas porque a saudade é dos sentimentos mais presentes no dia-a-dia.
Espreitam-se olhares por se lembrar dos momentos vividos e anseia-se a chegada daquele sorriso que tanto nos faz feliz.


É uma mistura de sonhos e emoções.
É a certeza de não se querer voltar ao tempo passado.


O fogo foi ateado e nele se queimam todas as dores causadas não á muito tempo.
Quer-se apenas ultrapassar tudo o que já causou dor. Quer-se apenas ser feliz, mesmo que esse querer seja recente, mesmo que ainda não se saiba muito bem como lá chegar.


Fazem-se visitas, mesmo que não físicas...
Constroem-se frases que nem sempre podem ser ditas...
E, mil vezes mais do que conseguimos dizer, chegamos á conclusão de que não vivemos o suficiente, que queremos agora faze-lo, neste preciso momento.


É impossível que as lágrimas não nos encontrem de vez em quando. É impossível que um sorriso dure eternamente..principalmente quando sabemos que nem sempre podemos ter por perto quem tão bem nos faz...como desejamos a cada instante.


Muitas vezes temos de nos despedir que quem queremos que fique connosco para sempre e a mágoa desses momentos é indescritível.


Não sabemos todos o que é amor...amor de verdade.
Não sabemos todos o que é viver uma paixão.
Não encontramos todos quem nos faça feliz.


Não enquanto estivermos fechados nessa bolha que criamos...em que não desejamos a presença de ninguém.


O mais difícil é mesmo mostrar-nos. É deixarmos que alguém nos conheça.
A partir de esse momento ser superado tudo se torna mais fácil e podemos mesmo pensar em amar alguém.

(Este texto era do meu antigo blogue.. Achei que combinava com o amor lésbico)

You're not from here


Um dia... Um dia eu serei esta música e alguém me amará da mesma forma ....

[Pensamentos de uma simples sonhadora]

domingo, 7 de agosto de 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Asas de um coração


Deste-me asas nos sonhos inventados…
De emoções e carinhos tantas vezes sonhados…
Fizeste-me voar por caminhos desconhecidos…
E a vida transformou-se em sentidos…
Prendi-te para sempre neste abraço feito de penas…
Na certeza de querer te amar apenas…
Envolvi-te no calor do meu bem-querer…
Abri meu coração para nunca mais te perder…
Asas me destes, feitas de sentimentos…
Agora deixa-me voar no teu pensamento…
Guarda de novo as asas da minha emoção…
Num cantinho do teu coração…

Um dia, meu amor...


Lábios que se tocam devagarinho, sem pressa…
Sentindo a textura, o sabor…a maciez…
A boca que se abre para conhecer…tactear… provar…
Línguas que se encontram, se reconhecem…se envolvem…
Bailado lento com sabor quente, húmido…intenso…
Paixão desperta nos sentidos, na pele…na alma…
Fome saciada no toque dos lábios… no infinito de um beijo…
Palavras em silêncio, escritas nas bocas coladas…

Beija-me… suavemente…com ternura…com paixão…

Bom dia alegria!!!

(Isabel)

Vocês vão-me desculpar, mas o primeiro texto de hoje é para a minha Isabel..
Ora estava eu muito bem no sofázito, isto porque acho que só dormi umas três horas esta noite, quando ouço uns passinhos na direcção da sala..
Lá vem ela, com a minha t-shirt vestida, cabelo igaualzinho ao do Marco Paulo na altura do "Eu tenho dois amores" e a molinha do cabelo ao pendurão. Dou uma espreitadela para a porta e lá esta ela.. Já de bolachinha na mão. Isto porque a Isabel já sabe abrir o pote das bolachas, não fosse ela um monstrinho das mesmas, e tirar às mãos cheias de bolachas.
Levanto-me do sofá onde estava a beber o meu cafézito e logo ela corre para me abraçar. "Bom dia, mana!", diz-me ela com aquele sorrisão lindo!

-"Sabes uma coisa?"
-"hum..."
-"Não há nada que a mana goste mais do que estes nossos miminhos"

Já ontem, ela acordou primeiro que eu e foi para a sala onde, sozinha, ligou a televisão e pôs na Rtp2, onde viu os "bebecos".
Agora ali está ela.. A devorar bolachas como se não houvesse amanhã :)
Realmente... "Nada faz sentido sem alguém como tu!"

E eu estou completamente viciada em ti!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Técnicas do engate


AHAHAHAHAH

Morri de rir... O que é que eu hei-de dizer... "Impecavel"!

Não deixem de ver até ao fim.. Um dia tento isto..Prometo :D

A minha imaginação


A minha imaginação nunca alcançará olhares, nunca despertará curiosidades.
Nunca suportará a dor de ninguém, nunca perceberá o porquê de tudo o que acontece.
A minha imaginação apenas permanece no coração daqueles que amam o meu dom...que me amam a mim mesma.
A minha imaginação é pássaro que voa, é lucidez elucida.
A minha imaginação é inalcançável...
Se algum dia a ela conseguirem chegar, apenas significará que eu morri.
Então, nesse dia, peço-vos que queimem cada um dos meus textos e que os lancem ao vento.
Peço-vos também que antes de o fazer os guardem no fundo do vosso coração. Pois sei que poderei não deixar só boas recordações, mas sei que foram as minhas palavras, provenientes da minha imaginação, que tanto fizeram rir, que tanto fizeram chorar.
Sei que foi com esta minha maneira de ser, aliada a este meu dom, que cheguei a corações vários despertando sentimentos diversos.
E sei que não ficarei em todos os vossos corações, mas espero que, quando eu já cá não estiver, releiam uma única palavra minha, um único texto.
E espero sinceramente que nesse dia percebam aquilo que eu fui, aquilo que eu tentei ser.
Espero que percebam então que apenas me podiam ter conhecido pela minha escrita.  

(Este texto era do meu outro blogue, o "Pucinhas")

A bebecas tem varicela :)


Sabem uma coisa?

A Isabel está com varicela. Apereceram ontem umas belas pintinhas pelo seu rosto e pelo seu corpo.
Sim, é preciso ter-se cuidado,mas... Estou tãooooo babada com ela.
Acho que posso candidatar-me ao lugar de irmã mais babada do mundo, que acham?

eheheheheheh

Sim, agora lá anda ela pela casa, de fraldinha e pintinhas.
Volta e meia, dirijo-me a ela e digo: "Oh pintas"..

É tão bom vê-la crescer, e acompanhar cada uma das suas fases, assim tão pertinho..
Amo-te muito bebecas! :)


É...



É no silêncio que me deixas que te beijo suavemente…
É nas palavras caladas que te digo o quanto me fazes falta…
E calando minha solidão, grito toda a saudade de ti …
E visto a alma de tua ausência para nunca mais estar só…

Amo-te!